Pesquisar documentos não precisa ser tão difícil, pois nossos especialistas separam essas dicas para facilitar essa etapa durante seu processo

Sempre que falamos sobre como pesquisar documentos antigos de família, nos deparamos com uma série de obstáculos. Sabemos o quanto pode ser penoso ter de garimpar esses documentos em cartórios, museus e até mesmo em acervos antigos por aí. 

Foi pensando nisso, que convidamos nosso time de pesquisadores de diversas áreas do conhecimento para indicar quatro locais, para além de cartórios, nos quais você pode realizar essa pesquisa. 

1 – O próprio núcleo familiar 

documentos familiares

Pode parecer óbvio, mas nem sempre este é um lugar cogitado pelas pessoas. Acredite, as gavetas daquele armário vintage – e tão lindo! – na casa dos seus avós ou bisavós podem, conter documentos essenciais para o seu processo de dupla cidadania. 

É justamente nos fundos de armários antigos e esquecidos que podem estar localizados os maiores tesouros familiares. Não deixe de conversar com as pessoas mais velhas da família, normalmente eles são os guardiões desse tesouro e saberão exatamente como pesquisar documentos familiares dentro de casa.

2 – Pesquisar documentos no Arquivo Nacional 

arquivo nacional

Muitas vezes nossas pesquisas extrapolam os muros das nossas casa. Nesses casos, é preciso fazer uma busca em arquivos públicos para ver se encontramos algum documento, carta ou até mesmo informações que possam nos ajudar a descobrir onde estão os papéis que tanto buscamos. 

O Arquivo Nacional é a instituição ideal para pesquisar esse tipo de documento, pois é lá onde todo o registro de estrangeiros que vieram para o Brasil. Para consultá-los, acesse www.arquivonacional.gov.br.

3 – Hemeroteca Digital Brasileira 

Biblioteca Nacional disponibiliza acervo de periódicos - UPF | Universidade de Passo Fundo

Muito embora este acervo não tenha documentos propriamente dito, ele pode ajudar com busca de informações e âmbito geral. 

A Hemeroteca Digital é um portal de periódicos nacionais que permite ampla consulta, pela internet, a jornais, revistas, anuários, boletins e publicações seriadas. 

Sendo assim, é possível fazer uma pesquisa sobre fatos e notícias relevantes da época em que o imigrante italiano da sua família veio para o Brasil. E, dessa forma,  encontrar alguma informação complementar que pode ser a peça que faltava do quebra-cabeça da sua genealogia.

4 – Pesquisar documentos no Museu da Imigração 

Acervo MI

O Museu da Imigração do Estado de São Paulo é uma instituição pública vinculada à Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo. No acervo digital, é possível acessar cópias digitalizadas de registros de matrícula, listas de bordo, requerimentos, cartas de chamada, iconografia, cartografia e jornais. 

O Museu é especialmente procurado por pessoas que têm interesse em pesquisar documentos, descobrir informações e encontrar registros acerca de antepassados.

Desde a transformação do edifício da Hospedaria de Imigrantes do Brás em um espaço de memória das migrações em São Paulo, a instituição, apoiada principalmente pela documentação relativa à história da Hospedaria e pelas matrículas dos migrantes acolhidos, se esforça para auxiliar visitantes em busca de documentos familiares e esclarecer eventuais dúvidas sobre o tema.

Esses documentos pertencem ao Arquivo Público do Estado de São Paulo e podem ser utilizados para fins não comerciais. O que é o seu caso, pois o que você deseja é saber a origem da sua família

Caso você precise de ajuda para conseguir a documentação necessária que está faltando em seu processo de dupla cidadania, entre em contato com a gente. Nós podemos ajudar. Lembre-se, você não precisa passar por tudo isso sozinho.