Essa é uma pergunta que muitas pessoas que tem algum sobrenome como Russo, Ferrari, Esposito, etc. se fazem: como saber se tenho cidadania italiana? Bem, já adiantamos que o melhor jeito de saber é perguntando a avó, contudo, existem outras maneiras mais burocráticas de se descobrir isso!

Curioso para descobrir se você pode ter um dos passaportes mais poderosos do mundo; o direito de morar na Europa indefinidamente e muitas outras vantagens? Continue lendo esse texto e descubra!

O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE CIDADANIA ITALIANA

Bem, o primeiro ponto que temos que deixar claro e que, apesar de ter inúmeras exceções, a cidadania italiana é passada de pai para filho sem limite de geração. Dessa forma, se alguém de sua família é italiano, você também tem o direito a reconhecer a cidadania italiana.

Muitas pessoas acham que somente o sobrenome basta, contudo, também não é bem assim. Apesar de ser um forte indicativo da presença de ancestrais italianos, não é somente isso que determina a possibilidade de reconhecer.

Cada caso é, sem dúvidas, único e precisa ser analisado de perto a fim de encontrar possíveis acontecimentos que invalidem o pedido. Um exemplo é a Certidão Negativa do italiano que veio para o Brasil, provando que ele não abriu mão da cidadania italiana em troca da brasileira.

Esse é só um exemplo, mas existem diversos outros como linhagens de mulheres de antes de 1948 ou mesmo ancestrais que estavam na região de Trento, os chamados trentinos.

É bom ficar atento a essas e outras exceções a lei do reconhecimento da cidadania italiana a fim de evitar grandes dores de cabeça e perda de dinheiro, afinal de contas, esse não é um processo necessariamente barato.

Então, caso você não tenha disponibilidade para se aprofundar nessas questões mais burocráticas, recomendamos contar com o auxílio de uma assessoria especializada em cidadania italiana.

AFINAL, COMO SABER SE TENHO CIDADANIA ITALIANA?

Para saber se você terá sucesso na empreitada de reconhecer a cidadania italiana, a primeira coisa que você deve procurar descobrir é de onde vem o seu Dante Causa, isso é, o ancestral que te dá direito ao passaporte vermelho.

Mas por que isso é importante? Não basta saber que eu sou descendente?

Infelizmente não. O processo em si é como um grande quebra-cabeça misturado com um jogo de detetive. Isso porque será necessário segui a linha documental de todas as suas gerações até o famoso Dante Causa.

Essa tarefa de busca de certidões nos cartórios brasileiros e também nas comunes italianas pode ser tão simples quando seguir o caminho de pão de volta para casa.

Duplo sentido na frase anterior é completamente intencional, pois pode realmente ser algo descomplicado ou praticamente impossível e existem sim pessoas com direito genuíno a cidadania italiana que não conseguiram reconhecer por conta da burocracia.

Se você ainda não souber o porquê se aventurar nessa jornada, temos um texto completamente dedicado às vantagens da cidadania italiana. Recomendamos a leitura.

PRONTO PARA DAR INÍCIO AO SEU PROCESSO

A primeira etapa do processo é sempre aquela que responde se o seu processo de reconhecimento de cidadania italiana é realmente algo certo: a pesquisa genealógica.

Caso você já tenha esses dados e somente precise da assessoria para dar continuidade ao seu processo, também podemos te ajudar com isso!

Basta entrar em contato conosco no contato@cidadania4u.com.br e descobrir tudo o que podemos fazer por você e sua família!

Nossa equipe está a postos para te responder! Até a próxima. 😊