Já comentamos aqui no blog em algumas oportunidades passadas sobre a situação da dívida externa da Itália e os impactos que isso tem causado no dia a dia do governo. Como haviam prometido, os governantes estão em busca de uma forma de salvar o país de problemas maiores e retaliações do bloco, uma delas é a criação de uma moeda paralela ao Euro.

O ponto é que: nem todas as ideias que estão sendo lançadas são necessariamente aplicáveis. Matteo Salvini, em data recente, deu a ideia de criar uma moeda nova, unicamente com o objetivo de pagar a dívida do país. A ideia do ministro do Interior, assim como vice-primeiro-ministro, foi vetada por Giovanni Tria, ministro da Economia.

De acordo com o segundo personagem listado, a ideia de pagar a dívida pública com uma segunda moeda paralela “é ilegal e inútil”, de acordo com as próprias palavras do mesmo.

URGÊNCIA PARA A SOLUÇÃO DE UM PROBLEMA ANTIGO ATRAVÉS DA CRIAÇÃO DE UMA MOEDA PARALELA AO EURO

A moeda que funcionaria como uma espécie de nota promissória, muito provavelmente não existirá. A ideia era de emitir “vouchers” do tesouro ordinários, ou em italiano “Buoni Ordinari del Tesoro”. Os vouchers seriam emitidos em papel moeda e teriam valor monetário de 20, 50, 100 e 200 euros, circulando apenas na Itália, e permitindo aos fornecedores e credores, cobrar as suas dívidas e fazer pagamentos.

“Seria ilegal e inútil que a Itália emitisse uma nota de pagamento para saldar aos seus credores, porque as regras da moeda europeia são violadas e, além disso, somar-se-ia mais dívida à já existente” disse Tria.

A prática moeda paralela ao Euro, os vouchers, como deixou claro o ministro da Economia, corresponderiam à introdução de uma moeda paralela ao euro, coisa que é proibida pelos tratados da União Europeia que regulam a moeda única.

UMA BOMBA RELÓGIO

Ainda sem uma saída clara, os governantes italianos correm contra o tempo, vez que Bruxelas (onde o centro decisivo da União Europeia se encontra) afirmou que multará a Itália em 3 bilhões de euros. A bagatela que equivale a R$ 13.48 Bilhões vai de encontro com uma realidade não mais condizente com a era de assinatura dos termos do bloco econômico.

Um momento em que o desemprego juvenil atinge 50% em algumas regiões, exigir o pagamento de tal multa seria irrealista, como bem disse Matteo Salvini à rádio alemã RTL no final do mês passado.

UM MOMENTO QUE EXIGE NOSSA ATENÇÃO

Com a urgência na tomada de decisões, e com todos os olhares da União Europeia voltados à nossa amada terra, nós italianos devemos estar sempre acompanhando o que o nosso governo decide por fazer. Conte conosco da Cidadania4u para sempre trazer-lhe tudo que está acontecendo na Itália!

Por lidarmos dia após dia com as mudanças burocráticas e administrativas do país, temos de estar sempre informados do que pode atingir nossos clientes assessorados, até mesmo quanto a possibilidade da introdução de uma moeda paralela ao Euro. Deseja saber mais sobre nossa atuação e como ajudamos pessoas, dia após dia a conseguirem reconhecer a cidadania italiana?

Fale conosco no contato@cidadania4u.com.br e nossos atendentes te explicarão todos os passos que nossa empresa pode fazer, lado a lado contigo! Seguindo todas as leis e determinações italianas, esteja certo de que seu processo estará nas mãos de especialistas!

Nos falamos em breve! Até mais!