Você sabia que um queijo poderia ser perigoso? Bem, eles podem sim ser! E em nossas pesquisas sobre a cultura italiana, descobrimos que o queijo mais perigoso do mundo pode ser encontrado nessa incrível terra de nossos ancestrais. Confira mais esse texto aqui da Cidadania4u e entenda como uma delícia látea pode ser perigosa para a saúde.

Os queijos podem ser encontrados das mais diversas formas, ainda mais na Itália, onde cada região é conhecida pelo seu queijo de assinatura. Feitos com leite de cabra ou de vaca, mais terrosos, adocicados, florais ou super salgados – existe um queijo ideal para cada pessoa, situação ou mesmo vontade. Existe até mesmo, um queijo para aqueles que gostam de viver no limite.

Na ilha italiana de Sardenha, uma receita passada de pais para filhos a séculos associa queijo, feito com leite de cabra a larvas de mosca. Isso mesmo. Aquelas pequenas larvinhas que aparecem quando carne ou outros alimentos estão apodrecendo.

Mas calma aí, não fique com cara de nojo – tudo aqui é feito com muita higiene e livre de doenças!

JÁ PROVOU O TÍPICO QUEIJO DA SARDENHA, O CASU MARZU?

Se os seus ancestrais saíram da Sardenha, grandes chances de alguém de sua família, ou mesmo algum de seus ancestrais, saber como fazer esse queijo. Chamado de Casu Marzu, esse queijo é feito à base de leite de cabras, e pode ser encontrado em diversas cidadezinhas interioranas na Sardenha.

A tradução de Casu Marzu literalmente significa “queijo podre”. As dezenas de centenas de larvas de mosca que crescem e se alimentam do queijo podem causar desdém e nojo numa primeira olhada, mas é exatamente a presença delas que dá ao queijo o seu sabor e textura típicos.

Esses pequenos seres criam buracos por toda a roda de queijo, e com isso, vão secretando enzimas que digerem parte das proteínas do alimento. O resultado? Um queijo muito mais cremoso, e com sabor encorpado.

As larvas chegam lá depois de uma exposição controlada a fêmeas da “mosca do queijo”, que deposita seus ovos na roda. Depois de 40 a 90 dias, a outrora sólida roda de queijo de cabra, se torna cremosa e cheia de buracos. O sabor final é picante, diferente, encorpado e a textura lembra até mesmo uma massa de biscoito.

Tudo isso é o trabalho das larvas. Hoje, esse queijo é uma das atrações principais em casamentos na Sardenha e outras ocasiões especiais. Acompanhado de um bom vinho tinto, se torna uma festa completa.

DE DIFÍCIL ACESSO E PROIBIÇÃO ESTATAL

Além de perigoso, hoje poucas pessoas sabem como fazer o Casu Marzu propriamente, e o estado veio a proibir sua comercialização. Quem ainda produz o diferente queijo, produz para consumo próprio. Se você tem a sorte de conhecer alguém da Sardenha, nós aqui da Cidadania4u recomendamos que experimente, ao menos uma garfada.

De acordo com a cultura local, com uma fatia de melão e uma torrada com azeite, o queijo é mais que perfeito. Mas claro, se você tem coragem de provar essa delícia peculiar que encontramos na maravilhosa Itália.

Esta é mais uma curiosidade que nós aqui da redação encontramos e trouxemos para você. Não deixe de procurar em nosso blog outros artigos como estes, onde falamos um pouco mais sobre a cultura italiana. Lembrando que, se você é cidadão italiano e tem viagem marcada para o exterior, seu AIRE e seu Registro Civil devem estar em dia para que seu Passaporte Italiano seja emitido ou renovado.

Para te ajudar com isso, fale conosco no contato@cidadania4u.com.br e deixe que nossos especialistas te ajudem nessa empreitada! Um grandíssimo abraço e até breve 😀