Assim como o Brasil, a Itália é um país religioso. Além disso, a religião católica por lá exerce forte influência, contando com um grande número de fiéis. Isso se dá, inclusive, pelo fato de Roma ser a sede da igreja católica. Já que é o território em que se encontra a cidade-estado do Vaticano. Sendo assim, a Páscoa também é comemorada por lá. Nesse sentido, hoje trouxemos alguns aspectos da Páscoa Italiana para que você conheça um pouco mais do país da bota.

Neste post você irá descobrir:

  • Como é a Páscoa na Itália?
  • O que é Pasquetta?
  • Tem ovo de Páscoa na Itália?

Como é a Páscoa na Itália?

Antes de tudo, devido a forte influência religiosa citada acima, é natural que muitas tradições da páscoa italiana tenham relação com o cristianismo. Assim como, com as escritas do livro da bíblia. 

Além disso, vale destacar que a páscoa italiana acontece no mesmo período em que se inicia a primavera. Isto é, o que representa para os italianos um período de renovação. Já que, o clima muda consideravelmente, e assim, se vê mais a luz do sol ao longo do dia, diferentemente dos dias de inverno, por exemplo.

Dessa maneira, é um período de reunião das pessoas também, quando os parques ficam mais cheios. Além da plantação de hortaliças que aumenta no período. Ainda, existe um período de recesso nas escolas italianas, para as crianças, que coincide com o feriado de páscoa.

Tendo em vista também a via sacra que acontece no Brasil nesse período, vale destacar que na Itália o evento acontece de forma bem semelhante. Lá, os fiéis relembram a caminhada de Jesus Cristo com a cruz até o local onde foi crucificado. 

Nesse sentido, é importante destacar que, apesar de ser o principal motivo, não se trata apenas de uma manifestação religiosa, mas sim cultural. Isto é, pessoas religiosas e não religiosas acompanham o evento.

Páscoa Italiana: o que é Pasquetta?

A Pasquetta trata-se do feriado de páscoa. O que diferencia ele do feriado no Brasil, é que por aqui o feriado acontece na sexta-feira, também conhecida como “sexta-feira santa”, ou ainda “sexta-feira da paixão”. Lá a Pasquetta é vivenciada na segunda-feira. 

No dia de Pasquetta, faz parte da tradição favas e queijos, sobretudo do tipo pecorino. Esse tipo de queijo trata-se do mais antigo da Itália, produzido há mais de dois mil anos nas regiões de Sardenha e Lazio. Além disso, para quem celebra a data em família, é bem comum encontrar à mesa uma colomba.

Isto é, já que a colomba — pão com cobertura, laranja cristalizada e amêndoas — é um prato tradicional do período de Páscoa. Isso se deve ao fato de ser cultural preparar tortas doces e salgadas, além de carne de cordeiro para esse dia.

Entretanto, vale destacar que em algumas regiões os pratos tradicionais podem variar. Como, por exemplo, na Toscana, uma das regiões mais conhecidas da Itália, prepara-se biscoitos de amêndoas embebidos em vinho, cantuccini, em conjunto com outra receita chamada schiacciata.

Páscoa Italiana: lenda da colomba

Uma das lendas que cercam a invenção da colomba, conta que em Lombardia, um vilarejo de Pavia, situado ao norte da Itália, foi invadido certa vez pelo rei de Lombardos. 

Na ocasião, um confeiteiro local teve a ideia de preparar um bolo com objetivo de agradar o invasor e amenizar de alguma forma as consequências da invasão para a população local, como um mecanismo de defesa.

Sendo assim, criou um bolo inovador, com ingredientes diferenciados, e um formato exótico, uma pomba, para simbolizar o desejo pela paz que as pessoas tinham naquele momento.

O rei, encantado com o sabor incomparável do bolo, e com o esforço do confeiteiro em agradá-lo com um gesto tão singelo, desistiu então do ataque. Dessa forma, retirou o exército Albuíno do local, devolvendo a paz ao vilarejo. A partir disso, o bolo simboliza na lenda a vinda do Espírito Santo — uma alusão ao simbolismo bíblico.

Páscoa Italiana: tem ovo de Páscoa na Itália?

Na Itália, também existe a tradição de presentear pessoas próximas com ovos de chocolate. Tradição essa trazida pela França à Europa. No entanto, vale destacar que tal prática não é tão forte quanto no Brasil. Muito provavelmente porque o viés comercial é menor nesse sentido. 

Para começar, as marcas diferem um pouco das encontradas aqui, como imaginado. Tanto em semelhança quanto em variedade. É possível encontrar Nestlé, por exemplo, Ferrero, que é uma marca italiana, inclusive. Entretanto, algumas outras marcas como, Garoto ou Lacta, não é comum encontrar. 

Na Itália as marcas mais conhecidas de ovos de chocolate são, por exemplo: Balocco, Motta e Bauli. 

Frente a esses fatos, é interessante observar como algumas tradições se assemelham mesmo quando quilômetros de distância separam os territórios e possuem culturas tão diferentes.

É sempre uma aventura conhecer mais sobre a Itália, e entender mais como uma pessoa cidadã italiana, celebra datas que são tão tradicionais no Brasil, como a Páscoa. 

Se você deseja conhecer mais de perto sobre a cultura italiana, como um reconhecido cidadão, saiba que podemos te ajudar! 

Entre em contato conosco para descobrir mais sobre a sua história e entender melhor o seu caso! Clique abaixo:

páscoa italiana