Em filmes de ação, principalmente dos anos 2000, víamos muitos diamantes, agentes secretos usando ternos modernos, um cenário europeu, entre outros detalhes. Parece que foi nesse tipo de cenário que alguns bancos italianos se inspiraram para criar um esquema com diamantes.

Após um longo período de investigações e escutas telefônicas, alguns responsáveis bancários foram pegos ao aplicar fraudes envolvendo a compra de diamantes. O que era feito? Bem, supostos especialistas na venda de diamantes entravam em contato com os clientes, aconselhando os mesmos a investirem nas pedras preciosas. O ponto é que, o valor passado aos compradores era sempre muito acima do de mercado.

A investigação que decorre desde 2016, procura encontrar todos os responsáveis por esse golpe milionário. Em fevereiro desse ano, os magistrados já ordenaram a apreensão de mais de 700 milhões de euros em ativos das empresas envolvidas com a venda dos diamantes, assim como 5 bancos italianos suspeitos de participação.

O ESQUEMA COM DIAMANTES: VÁRIAS VÍTIMAS DE UMA TRAMA QUASE INFALÍVEL

Poucos desconfiariam de uma ligação do próprio banco, oferecendo uma oportunidade incrível, certo? E nesse prolongado escândalo, marcado por várias controvérsias, milhares de pessoas se tornaram vítimas dos bancos e dos vendedores de diamantes. Os maiores bancos italianos são suspeitos desse conluio, assim como de fraude e lavagem de dinheiro.

Tudo isso está sendo investigado pelos super-heróis da história: os Procuradores da Justiça italiana.

O que eles descobriram além de toda essa complexa teia? Que, em troca da venda de diamantes pelos bancos, a empresa que negociava as pedras injetava fundos nas ações dessas instituições, aumentando a cotação das mesmas, e fazendo com que os bancos crescessem de uma forma cíclica e artificial.

Quase que infalível, certo? Mas assim como em qualquer outro filme de ação e investigação, os criadores de tramas maquiavélicas nunca imaginam que serão pegos pelos mocinhos.

Bem, de acordo com os advogados envolvidos no caso, essa trama vai custar bem caro a todos os envolvidos. Tanto os bancos e as empresas de diamantes terão de pagar compensações às vítimas (que somam mais de 100 mil cidadãos), quanto multas ao Estado.

UMA PRÁTICA HISTÓRICA

Em pesquisas, percebeu-se que essa prática é feita há mais de 20 anos. Mas não foi assim desde o começo. Em 1980, na Itália, os bancos já vendiam diamantes como uma forma de benefício aos negociantes. Depois da crise financeira global, esse investimento disparou, e deixou nas mãos dos bancos uma oportunidade e tanto de subir os valores.

Cobrando comissões que passavam de ¼ do valor da joia (cerca de 25%), suspeita-se que os bancos combinavam com os negociantes de vender as gemas em embalagens plásticas por mais do dobro do valor de mercado.

Atualmente, existem 68 responsáveis bancários sendo investigados pela entidade reguladora local.

Isso é uma alegria para vários clientes que estavam no prejuízo, como é o caso de Gabriele Moggi, que gastou cerca de 33 mil euros em diamantes, e que quando tentou vender as gemas posteriormente, recebeu uma estimativa de apenas 8 mil euros pelas pedras.

Em comunicação com a mídia, um porta-voz do Banco BPM, um dos envolvidos, preferiu não emitir comentários sobre esses casos.

A ITÁLIA E SEUS CASOS SAÍDOS DAS TELONAS

E casos como o esquema com diamantes são apenas mais outros na pilha de processos que os procuradores italianos têm de analisar. Com um dos sistemas jurídicos mais burocráticos do mundo, e um sistema investigativo bem fundamentado, a Itália é capaz de estudar e prender todo e qualquer envolvido em questões como estas.

Na terra dos italianos, não tem espaço para corrupção ou enganação do consumidor! E esse é mais um dos motivos que nos orgulhamos da terra natal de nossas famílias.

Se você, assim como a gente, tem um pezinho lá na Itália, quer seja por conta dos ancestrais de seu pai ou de sua mãe, conta pra gente um pouco mais de sua história. Sabia que você pode reconhecer sua cidadania e ter todos os direitos de um cidadão italiano nascido no país?

Manda um e-mail pro contato@cidadania4u.com.br e conta pra gente em detalhes um pouco de sua história! Nossos especialistas estudarão os detalhes da trajetória de sua família e vão te informar no que podemos te ajudar!

Nossos atendentes já estão esperando seu contato desde já, ok? 😀

Nos falamos em breve! Até mais (: