Por conta de um descontrole, um cruzeiro de porte grande, com cerca de 2.500 passageiros colidiu neste domingo contra o cais de Veneza e contra outro barco que lá estava ancorado. Tal ocorrido, causado por um problema no motor, reavivou uma discussão: deveriam as autoridades italianas restringir a navegação desses gigantes em torno da cidade?

O MSC Opera, um navio de 13 andares, assustou vários turistas quando começou a se aproximar rapidamente do cais, raspando as paredes do mesmo e fazendo um grande barulho. Quatro pessoas ficaram levemente feridas com o acidente e foram levadas ao hospital.

Quem levou o baque mais profundo foi Veneza em si, que após a colisão, se viu palco de uma discussão que estava sendo relativizada nos últimos tempos: poderia a cidade continuar recebendo navios de grande porte?

A PRESSÃO SOBRE VENEZA SE ACUMULA NAS COSTAS DO MINISTRO DOS TRANSPORTES

O acidente portuário elevou (e muito) a urgência de se tomar uma medida corretiva diante das problemáticas estruturais de Veneza. Os transatlânticos certamente trazem inúmeros turistas à região, o que movimenta a economia bastante. O problema em si reside no frágil ecossistema de Veneza.

Suas estruturas, já não tão sólidas como num passado distante, acabam por sofrer com a entrada de grandes embarcações. E dia após dia, com o fluxo intenso desses meios de transporte, as estruturas da cidade acabam por ser danificadas cada vez mais.

“O que aconteceu no porto de Veneza é uma confirmação do que temos dito há algum tempo. Os navios de cruzeiro não devem navegar em frente ao Giudecca, temos trabalhado para movê-los por vários meses […] e estamos próximos de uma solução”, disse Sergio Costa, ministro italiano do Meio Ambiente.

O projeto para remover os cruzeiros existe desde 2017, mas ainda não foi aplicado. O mesmo, foi criado pelo ministro da Infraestrutura e Transportes do país. Fazendo parte da centro-esquerda, ele bateu o martelo num plano para alterar a rota dos transatlânticos, mas não foi ouvido pelos atuais governantes.

UMA NECESSIDADE IGNORADA

De acordo com o governador de Vêneto, Luca Zaia, a saída seria seguir o projeto de novembro de 2017. No mesmo, explora-se a viabilidade de passar os cruzeiros pelo Canal dos Petroli, para chegar em Marghera e somente depois deixar que os turistas se encaminhem para a cidade de Veneza em si.

O ministro do Interior, vice-premier Matteo Salvini, deu eco às cobranças feitas e concordou que a retirada dos grandes navios do centro de Veneza deve ser feita imediatamente.

“O turismo é uma parte fundamental da economia italiana e pode ser feito de maneira inteligente, reduzindo os riscos. Como existe um projeto que espera aprovação há tempos, acho que é hora de aprovar esse projeto”, disse Salvini.

De acordo com promessas do atual governo, o projeto deve ser definido até o final de Junho. Cabe a nós agora ficarmos de dedos cruzados, na certeza de que os governantes tomarão as melhores e mais céleres soluções, para salvar esse belo centro histórico que é Veneza.

UM PEDAÇO DE NOSSA HISTÓRIA ESTÁ EM VENEZA!

Composta por 117 pequenas ilhas, Veneza é parte vital da história italiana. E por que não, de nossa história. Grande parte de nós tem a história de Veneza gravada em nossas identidades. Muito disso, porque Veneto foi uma das regiões de onde os imigrantes italianos saíram para o Brasil.

Quer tenha sido sua família emigrante dessa região ou não, a temática aqui exposta é de seu interesse também, já que Veneza é um dos maiores centros históricos de toda a Itália.

É parte de nossa obrigação, enquanto descendentes de italianos, prezar pela conservação de tais centros, como forma de manter viva a lembrança de nossos ancestrais.

Outra incontestável forma de celebrar nossa italianidade, é buscar o reconhecimento de nossa cidadania italiana. Através dela, não somente podemos manter o legado de nossas famílias aceso, como gozar de todos os direitos que orbitam tal reconhecimento.

CONTE COM A CIDADANIA4U PARA ISSO!

Se deseja conhecer um pouco mais do que podemos fazer por você, quer seja no que concerne ao reconhecimento da cidadania italiana, ou mesmo no que diz respeito da manutenção de sua relação com o governo do país, fale conosco no contato@cidadania4u.com.br!

Nossos especialistas estão aguardando seu contato desde já 😀

Nos falamos em breve! Até mais!