Cristóvão Colombo foi um explorador italiano que veio a alcançar o continente americano, sob as ordens dos Reis Católicos da Espanha. Foi por conta dele que o descobrimento da América se deu. E o que Gênova tem a ver com Colombo? Descubra abaixo.

Sendo creditado como o primeiro explorador vindo da Europa a estabelecer e documentar novas rotas comerciais com as Américas, Cristóvão abriu caminho para a expansão, exploração e conquista do continente americano pelos Europeus. Vivendo grande parte de sua vida no mar, Cristóvão Colombo veio de uma região que conversa bastante com as águas do oceano – Gênova.

Desde a Idade Média, Gênova é o porto comercial mais importante de todo o país. Não é à toa que foi deste porto que o filho ilustre saíra. Na cidade, a antiga casa de Cristóvão Colombo se tornou um museu, e hoje é visitada por diversos curiosos que desejam saber como ele cresceu.

GÊNOVA SENDO UM TEMPLO AO MAR

Gênova não se resume ao prezar pela história de Cristóvão Colombo, lá existem diversas pérolas que conversam com o mar. O próprio símbolo da cidade é um farol de navegação – a Lanterna. Gênova conta também com o Galata Museu del Mare, e com o Aquário gigante.

Para adentrar ao belo mar de Gênova, você pode passar pela linda Porta Soprana, que é uma parte do antigo muro que cercava a cidade. E não muito longe desse ponto, existe a Igreja de San Donato.

Ainda existe a área histórica da cidade, como o bairro de Caruggi, que é super popular e desenhado no estilo medieval. Lá, você pode encontrar o Castelo D’Alberti, junto com outros palácios que mostram a riqueza que se tinha em Gênova.

Se você preferir, poderá visitar museus além mesmo do da casa de Colombo, como é o caso do Museu di Architettura e Scultura, a Academia de Belas Artes, e outros muitos museus que se espalham por Gênova.

UMA CIDADEZINHA CHARMOSA NO LITORAL ITALIANO

Além de ter contato com os diversos marcos que nossos ancestrais deixaram nesse cantinho da Itália, é possível também ver um pouco das plantas nativas e até mesmo raras na Biosfera de Gênova. Uma peça de arquitetura futurista que funciona como uma estufa em formato de globo terrestre.

O ambiente climatizado conta com plantas tropicais, espécies de plantas raras e tudo o que você pode imaginar do universo das plantas.

Quem diria que desde o momento do descobrimento das Américas, a Itália e o que viria a ser o Brasil, já tinham alguma espécie de ligação. A história de nossos países conversa desde o princípio, e hoje, o elo que mantem tal ligação vívida é a nossa existência: enquanto cidadãos dotados de dupla cidadania.

Se você é descendente de italianos e ainda não reconheceu sua cidadania, fale conosco aqui da Cidadania4u e entenda melhor como a nossa equipe pode te ajudar!

Envie um e-mail para o contato@cidadania4u.com.br e tenha a certeza de que o seu processo de reconhecimento de cidadania italiana estará correndo da forma mais célere possível!

Um grande abraço e nos falamos em breve! Até mais 😀