Mais uma mudança esperada desde 2020, agora o processo de cidadania portuguesa para brasileiros está ainda melhor. É neto ou casado com um português? Fique ligado que esse texto é pra você.

Em Março tivemos uma alteração super importante, e agora outra! A que aconteceu essa semana alterou o Regulamento de Nacionalidade Portuguesa, que trará benefícios para os netos e cônjuges de português.

Como assim? 

Bem, com essa nova mudança, os netos de português poderão requisitar a cidadania portuguesa de forma direta! Ou seja, não necessitam mais que os pais possuam, também, a cidadania ou algo que comprove vínculo com Portugal, por exemplo:

  1. Conta bancária
  2. NIF (uma espécie de CPF)
  3. E frequentes visitas para Portugal

Não sou neta de português. Tenho direito?

Sim! Digo, se você estiver em uma união estável há mais de seis anos ou tiver um filho português. Contudo, como em toda regra há uma exceção, se você for casado ou estiver em uma união estável há três anos é possível requerer a cidadania portuguesa se o laço for reconhecido em Portugal ou se a sua certidão de casamento for transcrita em um consulado de Portugal aqui no Brasil. 

E os bisnetos?

Infelizmente para vocês o processo continua um pouco complicado. Seus avós ou seus pais precisam estar vivos, pois eles precisam fazer o requerimento da cidadania deles antes de você pleitear a sua. 

O que se espera é que, com essa alteração, o número de pessoas que irão fazer o pedido da cidadania portuguesa aumente. Esse posicionamento de Portugal vem da vontade de trazer mais pessoas para o país. 

A necessidade de mão de obra, de trazer mais investimentos e a esperança de resgatar e preservar a cultura portuguesa assombra o país português.

E os judeus sefarditas? 

Sinto dizer, mas para vocês não trazemos boas notícias. Embora a situação tenha melhorado para os brasileiros descendentes e cônjuges, para os sefarditas aconteceu o exato oposto. 

A partir de Setembro de 2022 os descendentes dos sefarditas terão, além de atestar essa descendência, comprovar vínculo (pertencimento) com alguma comunidade judaica sefardita de origem portuguesa. E não é só isso, também precisarão comprovar vínculo material com Portugal, como herança de algum imóvel, sem contar as visitas ao país ao longo dos anos. 

Complicado, né? Mas não perca as esperanças! Podemos te ajudar a conseguir sua cidadania, clique abaixo e descubra como.

alteração na Lei