👨‍🎓 Caro estudante, pensando em fazer intercâmbio na Espanha para dar aquele upgrade em seu currículo acadêmico?   

Então, chegou a hora de conhecer o passo a passo de como estudar em um dos países da Europa mais procurados pelos intercambistas do mundo inteiro!   

Seja para aprender o idioma local ou participar de cursos extracurriculares nas renomadas Universidades do país, saiba que a Espanha está de portas abertas, oferecendo diversas oportunidades aos estudantes estrangeiros.   

➡️ Segue aqui comigo, porque ao longo deste artigo falarei dos pormenores e dos requisitos básicos para que brasileiros possam participar de um intercâmbio por lá!   

Intercâmbio na Espanha: como fazer?   

Antes de entrar nos detalhes do que é preciso para fazer um intercâmbio na Espanha, vale mencionar o seguinte fato: as pessoas que possuem o passaporte do Brasil não precisam de visto para permanecer por até 90 dias nos países que fazem parte da União Europeia (UE) e do Espaço Schengen.   

E, para a alegria do estudante brasileiro, a Espanha faz parte tanto da UE, quanto do tratado de Schengen.   

Intercâmbio na Espanha

Ou seja, apenas com o passaporte válido, é possível ir para a Espanha e participar de cursos de idiomas ou até mesmo de aulas do ensino superior, mas que tenham duração máxima de 3 meses.   

Nesse caso, o estudante não precisa de visto ou nem mesmo comprovar matrícula em alguma instituição de ensino do país.   

Como já mencionado, o passaporte brasileiro com validade acima de 6 meses a partir da data de embarque e um comprovante de capacidade financeira para se manter por lá já são o suficiente.   

Então, se esse for o seu tipo de intercâmbio ideal, basta escolher qual curso irá realizar e planejar outros detalhes do intercâmbio, como a hospedagem, por exemplo.    

Acesse também:  Como Trabalhar Na Espanha? Veja Detalhes E Oportunidades

Intercâmbio por mais de 90 dias   

Por outro lado, intercâmbio na Espanha por mais de 90 dias, as condições mudam um pouquinho para você, caro estudante brasileiro!   

Para a realização de cursos de espanhol ou de nível superior, que ultrapassam os 3 meses, tirar um visto de permanência se torna requisito obrigatório.   

Além da autorização de estadia, também é necessário que o estudante apresente o comprovante de aprovação em alguma instituição de ensino (ou comprovante de matrícula) da Espanha.   

Em resumo, os documentos obrigatórios são:   

  • Passaporte válido por até 6 meses a partir da data de embarque;   
  • Seguro-viagem;   
  • Comprovante de capacidade financeira para se manter no país durante a estadia;   
  • Comprovante de hospedagem ou alojamento.   

Intercâmbio na Espanha: tipos de cursos   

A Espanha oferta uma gama de cursos para os intercambistas, como: aulas de idiomas e cursos voltados para estudantes do ensino médio, graduação e pós-graduação.   

Dessa forma, os mais diversos perfis de estudantes podem se encaixar nos programas educacionais espanhóis.   

🗣️ Por exemplo, os cursos de idiomas são os mais procurados pelos estudantes estrangeiros, o que faz com que a Espanha tenha inúmeras escolas especializadas.   

Entre essas instituições, posso citar a Escuelas Oficiales de Idiomas (EOI), que fica situada em Madri e em outras cidades da Espanha.   

Em resumo, os EOI são centros de ensino financiados pelo governo e são voltados para o aprendizado de línguas estrangeiras e do espanhol. Além disso, estão 100 % abertos aos estudantes estrangeiros.   

Intercâmbio na Espanha: ensino médio e graduação   

Sim, alunos do ensino médio também podem fazer intercâmbio na Espanha para aprimorar seus estudos no espanhol ou até mesmo concluir o ensino médio.   

Nesse caso, recomendo que o jovem procure uma agência especializada em intercâmbios para achar o programa ideal, já que é necessário alinhar a grade curricular brasileira com o período letivo espanhol.    

Intercâmbio na Espanha

👩‍🏫 Agora, para quem deseja cursar parte da graduação ou fazer uma pós-graduação na Espanha, tenho uma boa notícia: o país possui 10 das 400 melhores Universidades do mundo, de acordo com o QS World University Rankings 2024.   

Acesse também:  Descubra agora como funciona a cidadania espanhola para netos e outros detalhes sobre o processo

Contudo, cada instituição possui seu próprio processo de admissão que, na maioria dos casos, são extremamente burocráticos, principalmente para brasileiros.   

Principais escolas de língua espanhola   

Se a sua intenção é fazer um intercâmbio na Espanha para desenvolver o espanhol, recomendo sempre procurar instituições credenciadas pelo Instituto Cervantes, como:   

  • Centro Luis Vives;   
  • Cádiz SIC;  
  • Aip Language Institute;  
  • Academia Hispánica;  
  • Bcn Languages;  
  • Don Quijote;  
  • Institute Hemingway  
  • Enforex;  
  • EF Escuela Internacional de Español;  
  • Speakeasy;  
  • Academia Contacto.  

Dessa maneira o seu aprendizado e desenvolvimento no espanhol é garantido e o tempo gasto e dinheiro investido não serão desperdiçados.  

Principais universidades da Espanha   

Que tal conhecer agora algumas das universidades mais prestigiadas da Espanha? Segue aqui:   

  • Universidade Complutense de Madri: maior universidade da região de Madri e oferece cursos em diversas áreas, como engenharia e artes.   
  • Universidade de Barcelona: instituição com foco em pesquisas científicas;   
  • Universidade de Valência: possui uma grande rede de cursos e oferta muitas vagas destinadas a estrangeiros;   
  • Universidade de Salamanca: destaca-se nos cursos de odontologia, história e educação física.   

Quanto custa fazer intercâmbio na Espanha? Preço e valores atualizados 2024   

Os valores para fazer intercâmbio na Espanha podem variar de acordo com a região, tempo de estadia, hospedagem e curso escolhido.   

Porém, em termos médios, posso afirmar que para estudar idiomas por lá, custa de R$ 4 mil a R$ 25 mil.   

Mas, vale lembrar que há outros gastos que devem ser considerados durante o intercâmbio, como alimentação, lazer e outras coisas da vida cotidiana.   

Além do próprio custo de vida na Espanha, é claro!   

Como estudar na Espanha sem visto   

Antes de te dar a MELHOR DICA de como estudar não só na Espanha, mas em diversos países da Europa sem precisar de visto, temos que voltar um pouquinho ao passado.   

Devido à grande imigração nos séculos XVII, XVIII e XIX, milhares de europeus desembarcaram no Brasil e o elegeram como novo lar.   

Assim, atualmente, uma parcela considerável da população brasileira é descendente de europeus, como italianos, portugueses e espanhóis.  

Acesse também:  Qual é o salário mínimo na Espanha? Veja média de valores e oportunidades

E por isso possuem o direito de requerer a cidadania dos seus antepassados e, consequentemente, se tornar um cidadão da Europa.   

Dito isso, saiba que quem possui a cidadania europeia pode estudar, trabalhar e até mesmo morar em todos os países da União Europeia sem tirar nenhum tipo de autorização.   

E o melhor, a cidadania é uma herança que vai sendo passada de geração a geração.   

Ou seja, você, seus filhos, netos, bisnetos e todos os futuros descendentes poderão usufruir dos benefícios que o continente oferece.  

Então, você já sabe se tem direito à cidadania europeia? Ter um sobrenome europeu pode ser um forte indicativo, hein!   

Mas de toda forma, entre em contato com os especialistas da Cidadania4u e confirme a sua ascendência através de uma minuciosa pesquisa genealógica!  

Vantagens e benefícios da cidadania europeia   

  • Simplificação do processo de imigração para países como Itália, Portugal, Espanha e outros membros da União Europeia (UE).   
  • Proporciona uma camada adicional de proteção burocrática e diplomática aos titulares da cidadania europeia.   
  • Garante o direito de participar nas eleições europeias, exercendo o direito de voto na região.   
  • Possibilita o acesso aos tribunais europeus, reforçando a proteção legal.   
  • Elegibilidade para concorrer a concursos públicos em instituições europeias.   
  • Facilita a procura por oportunidades de emprego e a abertura de empresas em diversos países europeus.   
  • Dispensa a necessidade de obtenção de vistos especiais para entrada, residência e estudo na Europa.   
  • Simplifica a entrada em outros países, como Estados Unidos, Canadá, Emirados Árabes Unidos, Japão, Austrália e Nova Zelândia, pois o passaporte europeu é suficiente, eliminando a exigência de vistos.  

¿Qué tal estudiar en España con ciudadanía europea?  

Caso ainda não conheça, saiba que a Cidadania4u é uma startup que tem como principal objetivo facilitar o acesso de brasileiros à cidadania de seus ancestrais.   

Se você tem ascendência europeia e ainda não sabe como iniciar o seu processo em busca da cidadania, conheça agora mesmo os nossos serviços de assessoria!  

Veja o vídeo a seguir:   

Não perca mais tempo! Clique no banner logo abaixo e dê o primeiro passo rumo à conquista da SUA cidadania europeia!