Turismo ou mesmo para mudar para o país: em qual dessas duas modalidades para ir à Suíça precisa de visto? 

É fato que o lugar conhecido por produzir alguns dos melhores chocolates do mundo é também um dos destinos mais procurados pelos brasileiros, tanto por motivos de viagem de férias, como para se tornar um novo lar. 

Assim, é muito comum que as pessoas daqui fiquem em dúvida em relação às permissões para entrar legalmente no país. 

Mas o que é importante saber logo de cara, é que brasileiros NÃO precisam tirar um visto para entrar na Suíça como turista. 

Por outro lado, para morar por lá, há várias questões burocráticas envolvidas que explicarei detalhadamente mais adiante. 

Então, caso você tenha dúvidas sobre as regras de imigração suíças, siga por aqui comigo! 

Afinal, brasileiro precisa de visto para ir à Suíça?

O passaporte brasileiro está entre os 20 mais fortes do mundo, o que garante ao seu portador o benefício de poder entrar em alguns países, como os do espaço Schengen, sem precisar de autorização. 

Dessa forma, para ir à Suíça não precisa de visto, caso a intenção da viagem seja apenas o turismo. 

É claro que há um período de tempo limitado para que os brasileiros possam desfrutar das belezas do país legalmente, que é de 90 dias para cada período de 180 dias

Além disso, é preciso apresentar passagem de volta, comprovante de recursos financeiros, reservas do hotel ou carta convite, seguro de viagem e estar com o passaporte dentro da validade. 

Agora, assim como mencionei anteriormente, se o seu plano for passar mais tempo por lá, tirar um visto é tarefa obrigatória!  

O que é e como funciona a carta convite para a Suíça? 

A carta convite ou termo de responsabilidade é um documento emitido por um residente da Suíça que comprova a hospedagem de um visitante (estudante) estrangeiro.  

Não há um modelo específico de carta, porém, ela deve conter as seguintes informações: 

  • Nome, telefone e endereço completo do residente; 
  • Nome, telefone e endereço completo do visitante estrangeiro; 
  • Assinatura do residente; 
  • Motivo da visita; 
  • Confirmação de que o residente se responsabiliza pela subsistência do visitante durante o período da viagem. 

Quais os tipos de visto para Suíça e documentos necessários

Visto para estadias acima de 90 dias 

As pessoas que precisam passar mais de 90 dias na Suíça, seja para estudo, questões familiares ou até mesmo para casar no país, podem tirar o visto nacional D

A autorização é emitida pelas autoridades cantonais de imigração responsáveis do local de residência pretendido. 

Dependendo da motivação da viagem, a documentação pode variar um pouco, contudo, o passo inicial para isso é o preenchimento do formulário para pedidos de visto da Suíça.  

O pedido de visto é analisado pelo consulado geral e logo em seguida são encaminhados à Polícia de Estrangeiros da Suíça

Já o tempo médio de espera para tirar a autorização é de 2 a 4 quatro meses, e caso ela seja negada, não há a devolução dos valores das taxas, que custam 426 reais ao todo. 

Além disso, o passaporte do requerente será detido até que o processo seja completamente finalizado. 

Estudo 

Visto destinado aos estrangeiros que desejam frequentar alguma instituição de ensino fixada na Suíça. 

Documentos obrigatórios

  • 4 fotos 3×4; 
  • 2 cópias do passaporte; 
  • Comprovante da matrícula em alguma instituição de ensino da Suíça; 
  • Carta do estudante explicando os seus motivos pelos quais deseja estudar no país e garantido a sua saída logo após o término do curso; 
  • Comprovante de renda; 
  • 2 cópias do diploma ou comprovante de proficiência em língua estrangeira; 
  • 2 cópias da declaração do último nível de escolaridade; 
  • Currículo; 
  • Comprovante do pagamento das taxas obrigatórias. 
Suíça precisa de visto

Reagrupamento familiar 

Esse visto é direcionado para os estrangeiros que pretendem fixar residência junto com o seu cônjuge de nacionalidade suíça. 

O casamento deve estar registrado no civil para solicitar esse tipo de autorização, além de que o comparecimento pessoal do solicitante residente no Brasil ao Consulado Geral é requisito obrigatório. 

Documentos necessários

  • 4 fotos 3×4; 
  • Passaporte original válido; 
  • 2 cópias do passaporte (do requerente e do cônjuge suíço) ; 
  • 2 cópias simples do comprovante do registro de casamento; 
  • Certidão de antecedentes criminais; 
  • Tradução juramentada. 

Vale ressaltar que o visto para reagrupamento familiar não possui taxas. Ou seja, ele pode ser tirado de forma totalmente gratuita. 

Preparação de casamento  

Documentos necessários

  • 4 fotos 3×4; 
  • Passaporte original válido; 
  • 2 cópias simples do passaporte do requerente e do cônjuge residente na Suíça; 
  • 2 cópias da autorização de residência do cônjuge residente na Suíça; 
  • Certidão de antecedentes criminais;
  • Comprovante do pagamento das taxas.

Visto para trabalho

O visto de trabalho suíço só é concedido para estrangeiros que já possuem um contrato ou promessa de emprego confirmados no país. 

Contudo, a autorização só atende a pessoas que vão para lá exercer algum posto de chefia ou realizar alguma atividade que necessite de mão de obra altamente qualificada. 

Documentos:

  • 4 fotos 3×4; 
  • Passaporte original válido; 
  • 2 cópias simples do passaporte do requerente e do cônjuge residente na Suíça; 
  • 2 cópias da autorização de residência do cônjuge residente na Suíça; 
  • Certidão de antecedentes criminais; 
  • Comprovante do pagamento das taxas, que totalizam 216 reais

Tenho cidadania europeia, é preciso visto? 

Não, quem possui a cidadania europeia não precisa de visto para morar na Suíça! 

Por mais que a Suíça não tenha o interesse de fazer parte da União Europeia, o país permite a livre circulação de europeus da UE em seu território.  

Ou seja, caso você tenha a cidadania italiana, por exemplo, já pode considerar a Suíça como um possível lar. 

Outros benefícios da cidadania europeia 

  • Maior facilidade na imigração para a Itália e outros países da Europa; 
  • Confere uma proteção burocrática e diplomática a mais ao proprietário;
  • Garante o direito de voto no país europeu;
  • Viabiliza o acesso à justiça europeia;
  • Você pode se candidatar quando houver concursos públicos;
  • Facilita a busca por empregos e a abertura de empresas na Europa, de modo geral;
  • Você não precisa de vistos especiais para entrar e viver no continente europeu, ou ainda estudar por lá.
  • Facilita a entrada em outros países – viajando para os Estados Unidos, Canadá, Emirados Árabes Unidos, Japão, Austrália e Nova Zelândia; você não terá que apresentar nenhum visto na entrada, pois o passaporte europeu já é suficiente.

Suíça… e lá vamos nós! 

Que tal conquistar a sua cidadania europeia e passar a fazer de um mundo cada vez mais sem fronteiras? 

A Cidadania4u te ajuda a tornar esse sonho em realidade de maneira fácil e rápida e com muita tecnologia envolvida! 

Clique no banner e faça o seu orçamento em menos de 2 minutos!