As novas regras trazidas pelo Decreto de Salvini passaram a entrar em vigor recentemente e, traz consigo vinculadas uma série de dúvidas. Isto é, questões relevantes ao reconhecimento da cidadania italiana. Que tal nesse texto, sanarmos uma das principais questões: onde fazer a prova B1?

Aprender a língua italiana é uma delícia, e é considerada uma das mais bonitas, assim como uma das mais estudadas em todo o mundo. Apesar de ser falada apenas na Itália e no sul da Suíça. No Brasil existem muitos lugares que ensinam a língua, mas nem todos recomendados pelos consulados e pelos especialistas em italiano.

Aqui em nosso blog já falamos um pouco sobre como aprender italiano rapidamente, mas ainda não havíamos feito um texto recorte sobre onde aprender a língua. Assim como, onde fazer a prova que certificará a proficiência de nível intermediário.

Para suprir essa necessidade, eis aqui esse artigo especialmente para você que está procurando um bom estabelecimento para estudar italiano. Assim como, onde fazer sua Prova B1!

Onde fazer a prova B1: que tal estudar italiano nos melhores centros?

Primeiramente, antes de recomendarmos necessariamente os pontos onde você pode fazer a prova de proficiência, que tal falarmos do passo que vem previamente a isso: o estudo da língua italiana? Ao público estrangeiro, por exemplo, que deseja estudar italiano, o próprio poder administrativo separa alguns Institutos Culturais que fornecem o ensino para adultos. Isto é, mediante o pagamento de uma taxa. Veja a lista abaixo:

Além disso, nos mesmos lugares onde você estudar, é possível fazer a prova de proficiência! Portanto, na própria instituição de ensino, você já pode ser direcionado para a prova, e consequentemente, conseguir seu certificado B1.

Onde fazer a prova B1: quais as diferenças entre cada certificado?

Como principais, temos, por exemplo, os Certificados de Italiano CELI e CILS. Isto é, são títulos que declaram o grau de competência em falar e se comunicar em italiano. A diferença da emissão é tão somente fruto da prova que foi feita. Se não, vejamos:

  • Convenção CELI (Universidade para Estrangeiros de Perugia);
  • CILS (Universidade para Estrangeiros de Siena);
  • Convenção IT – ele.IT (Universidade de Estudos Roma Ter);
  • Convenção PLIDA (Sociedade Dante Alighieri).

Dessa forma, as nomenclaturas vêm muito mais vinculadas à convenção que guiou a prova do que realmente a validade da mesma. Todas as certificações são aceitas, desde que seja comprovado o nível através da Prova B1.

Garanta sua certificação e naturalize-se cidadão italiano

Assim, uma das principais mudanças trazidas pelo Decreto Salvini foi de fato a exigência do exame de proficiência. Entretanto, outras modificações importantes foram, o aumento do prazo máximo de duração do processo de naturalização, que passou a ser de quatro anos. Bem como, a majoração da taxa cobrada pelo Estado Italiano, que passou a ser 250 EUR.

Se você tem mais alguma dúvida acerca da Prova B1 para Cidadania Italiana ou quer entender mais sobre a trajetória rumo à naturalização italiana por via matrimonial, não deixe de falar conosco aqui da Cidadania4u! Clique abaixo:

LEIA TAMBÉM: Como conseguir cidadania italiana