Muitos de nós sabemos das histórias das cidades de Pompeia e Herculano por conta das aulas na escola. Essas cidades que ficavam na base do monte Vesúvio, foram destruídas quando o gigante despertou em 79 d.C., levando consigo a vida de todos os moradores da região. Conheça mais dessa história abaixo.

Agosto de 79 d.C., os moradores de Pompeia e Herculano não tinham a menor ideia que o monte Vesúvio pudesse voltar à erupção, e do nada, a explosão repentina trouxe consigo uma massa branca que cobriu toda a cidade. Atordoados pela surpresa, grande parte dos moradores simplesmente procuraram lugares para se proteger das cinzas.

A maior parte das pessoas se abrigaram nos porões das casas até que a tragédia tivesse um fim, mas a fumaça tóxica liberada pelo vulcão, somada com as cinzas, lentamente matara todos os que aqui viviam, enterrando todos e mumificando-os. Hoje, os corpos são encontrados em perfeito estado de conservação.

VIDAS CONGELADAS NO TEMPO: ENTENDA A HISTÓRIA DE POMPEIA E HERCULANO

Foi no século 18 que foram encontrados alguns monumentos de Pompeia, durante algumas escavações e perfurações no local. O que fomentou essas escavações foi o encontrar de uma antiga estátua, mas o projeto foi abandonado logo em seguida por conta dos custos para tal.

Foi só em 1748 que um fazendeiro encontrou vestígios de Pompeia sob sua vinha, e as escavações nunca mais pararam daí em diante. Em 1927 foi a vez de Herculano ser encontrada pelo governo italiano, que estimulou as escavações para recuperar tesouros artísticos em cobre, bronze e pinturas.

Junto com as estruturas das cidades, muitos artefatos e utensílios perfeitamente preservados, o que tornou capaz para os historiadores contemporâneos criar uma imagem de como era o dia a dia desses antigos italianos.

Herculano, ainda que não seja tão comentada nos livros, é a mais bem preservada, já que foi atingida pelo vulcão de uma forma mais delicada, preservando a maior parte da arquitetura da cidade.

Os povos dessas cidades prosperavam nas bases do Monte Vesúvio exatamente por conta da presença do vulcão. Isso porque, por conta das erupções antigas, o solo da região era extremamente fértil. As cidades eram principalmente conhecidas pelo comércio e pela plantação de vinhas e pomares.

Especula-se que juntas, ambas as cidades somavam mais de 10 mil habitantes.

O GIGANTE VESÚVIO VIVE ATÉ HOJE

Até hoje, o Monte Vesúvio ainda está ativo, sendo inclusive, o único vulcão em atividade em todo o continente europeu. Sua última erupção foi em 1944. A maior de toda a história se deu em 1631. Espera-se que num futuro próximo o vulcão volte a entrar em processo de erupção, o que poderá ser devastador para todas as 700 mil pessoas que vivem em torno do vulcão.

Você conhecia essa história dos moradores de Pompeia e Herculano? É simplesmente assustador e incrível ver quão poderosa é a Natureza, certo? Se você tem mais curiosidade de conhecer essa parte da história italiana, saiba que ambas as cidades estão abertas para visitação, e te convidam para uma visita!

Se você deseja conhecer mais detalhes sobre a sua história e o passado que sua família tinha na Itália, fale conosco aqui no contato@cidadania4u.com.br! Somos especialistas no quesito Cidadania Italiana e adoraríamos ajudar você a conhecer um pouco mais a respeito de seu passado e a sua história.

Reconheça sua cidadania italiana e tenha acesso a todos os benefícios de ser um cidadão da União Europeia! Aguardamos seu contato desde já, ok? Um grande abraço e até mais 😀