Estudar na Europa é o sonho de muitos brasileiros. Uma terra conhecida tanto pela qualidade de vida quanto pela exímia qualidade na educação superior, a Europa atrai os olhares não somente de brasileiros quanto de pessoas de toda a América Latina e de outros países do mundo.

Quando focamos em Portugal, o interesse dos brasileiros só cresce, quer seja pela afinidade cultural ou mesmo pela proximidade linguística. De uma forma ou de outra, devemos sempre lembrar que as portas de Portugal estão abertas para todos os que têm sede de conhecimento de qualidade.

Isso mesmo: você pode estudar em Portugal! Nesse artigo vamos conversar um pouco sobre as faculdades em Portugal e qual a relação entre a dupla cidadania portuguesa e a sua ida para a Europa para estudar!

Leia esse texto e entenda como melhorar sua vida e seus estudos.

QUAIS AS MELHORES UNIVERSIDADES EM PORTUGAL

pessoas estudando juntas
universidade de lisboa

Antes de partirmos oficialmente para assuntos relacionados à cidadania portuguesa, que tal conversarmos a respeito dos motivos que podem lhe levar a estudar em Portugal? Tais quais as universidades e faculdades em Portugal e todos os benefícios que estão associados às estruturas das mesmas.

Veja só a lista que preparamos com muito carinho para você:

  • Universidade de Lisboa: Estando na 355ª posição no ranking mundial das melhores universidades, a Universidade de Lisboa conta com mais de 47 mil estudantes, e resulta da fusão da Universidade de Lisboa com a Universidade Técnica de Lisboa. São diversos institutos e mais de 10 faculdades dentro de sua estrutura impecável;
  • Universidade do Porto: Considerada a melhor universidade de todo o país, a Universidade do Porto é uma universidade pública, existente desde 1911, e que possui 14 faculdades (seriam algo como centros de educação aqui no Brasil). É considerada a mais internacional de todas as universidades portuguesas, pelo seu alto número de estrangeiros – são 13% do corpo discente;
  • Universidade de Coimbra: Uma das universidades mais antigas do mundo, a Universidade de Coimbra foi fundada em 1290 (sim, super antiga, né?). Hoje ela conta com 8 faculdades, sendo elas: Letras, Medicina, Direito, Farmácia, Economia, Ciências e Tecnologia, Psicologia e Ciências da Educação, Ciências do Desporto e Educação Física;
  • Universidade de Nova Lisboa: Estando em terceiro lugar no quesito “melhores universidades de Portugal”, a Universidade Nova de Lisboa é relativamente nova, tendo sido fundada em 11 de agosto de 1973. Tem um modelo departamental e interdisciplinar, além de contar hoje com mais de 20 mil alunos, sendo mais de 10% deles vindos de mais de 100 países diferentes;
  • Universidade Católica Portuguesa: Sendo uma universidade privada, a Universidade Católica Portuguesa tem 8 institutos, assim como 12 faculdades, e existe desde 1967. Com cursos de Artes reconhecidos por todo o mundo, a Universidade Católica Portuguesa é alvo de diversos olhares interessados pela população tanto brasileira como internacional como um todo;
  • Instituto Universitário de Lisboa: Principalmente voltado para a pós-graduação (já que mais da metade de seus estudantes são alunos de pós), o Instituto Universitário de Lisboa é uma instituição completamente pública, fundada em 1972, e que oferece cursos que vão desde Antropologia a Psicologia Social, Recursos Humanos, Economia Política, História, Marketing e Matemática;
  • Universidade de Évora: A segunda universidade fundada em Portugal, e consequentemente a segunda mais antiga, a Universidade de Évora costumava ser o Colégio do Espírito Santo, e hoje, além de ser uma renomada universidade portuguesa, conta com cursos de diversos departamentos, como o de Economia, História, Zootecnia, Medicina Veterinária, Paisagem, Ambiente e Ordenamento, entre outros cursos até mesmo exclusivos desse centro de estudos superiores.

COMO FUNCIONA O PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSAR EM UNIVERSIDADES DE PORTUGAL?

No Brasil temos diversas formas de ingressar em universidades, certo? O ENEM busca unificar um pouco o processo seletivo, mas muitas universidades optam por fazer provas específicas para a entrada de estudantes na instituição.

O mesmo vale para Portugal, com alguns diferenciais e benefícios para cidadãos brasileiros. Abaixo comentaremos em detalhes tudo o que você precisa saber acerca do processo seletivo e da entrada nas universidades portuguesas.

Como usar o Enem para estudar em Portugal?

Sim, isso mesmo! Algumas universidades de Portugal aceitam o ENEM como processo seletivo. Existem algumas regras, mas temos certeza que, caso você não se enquadre nelas necessariamente, poderá reajustar isso facilmente. Veja só:

  • Qualquer brasileiro que tenha feito o ENEM, e que não tenha dupla cidadania europeia, poderá usar a nota do exame para se candidatar. A questão da dupla cidadania não é regra, e pode ser negociada, caso essa segunda cidadania não seja a portuguesa, nesse caso, é necessário fazer o exame específico de cidadãos portugueses;
  • A nota mínima do ENEM que é exigida é de 500 pontos, mas a nota de corte de cada curso varia conforme a demanda;
  • Geralmente não é necessário fazer nenhuma prova adicional depois da apresentação das notas do ENEM, mas algumas universidades podem exigir, e isso varia de acordo com o edital;
  • Para o caso de mestrados e doutorados, além da média da licenciatura, é necessário apresentar um currículo profissional, assim como a apresentação de uma lista de idiomas falados.

Para saber mais detalhes da candidatura, basta fazer uma pesquisa online da universidade que você deseja adentrar, preparar uma cópia de seu documento de identificação, uma cópia de seu comprovante de término do ensino médio, o documento com suas notas do ENEM, e uma declaração de compromisso com a universidade (requisito esse nem sempre presente nos editais).

PS: Ainda que a universidade escolhida seja pública, ainda assim é necessário fazer pagamento. Os valores variam de instituição para instituição. Algumas aceitam o pagamento apenas anualmente, e outras de forma mensal. É possível consultar valores específicos no próprio site da universidade escolhida.

TEM COMO TRANSFERIR A FACULDADE PARA PORTUGAL?

Sim sim, é possível! Essa solicitação pode ser solicitada desde que você tenha ingressado em sua corrente universidade através do ENEM. Um processo bem semelhante ao que foi disposto logo acima será solicitado, mas além disso, nada de muito diferente.

Assim que concluído, você estará estudando na universidade portuguesa de sua escolha!

O QUE É NECESSÁRIO PARA ESTUDAR EM PORTUGAL?

Por conta de um convênio entre o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, mais conhecido aqui no Brasil como INEP, e as instituições portuguesas de ensino superior, os estudantes brasileiros podem ingressar nas universidades de Portugal utilizando tão somente as notas do Enem.

Com essas notas em mãos, você enquanto estudante pode tanto se candidatar para o ProUni, SISU e FIES, quanto para uma vaga numa das mais de 40 universidades portuguesas que aceitam essa nota.

Ah, mas eu tenho interesse noutra universidade, não uma dessas 40 que aceitam ENEM

Nesse caso, é necessário consultar o edital da Universidade Portuguesa em si, a fim de saber se é possível fazer um Intercâmbio para Portugal e optar por estudar nessa instituição, ou mesmo se você poderia fazer a matrícula através de outros mecanismos.

Se você tem ascendência portuguesa, uma forma de conseguir estudar nessas universidades que não aceitam o ENEM, seria realmente reconhecer a sua ancestralidade, e conseguir a dupla cidadania portuguesa, como uma forma de facilitar o processo.

Lembrando que, dessa forma, teria de passar por todo o sistema de provas estabelecido pela universidade, a fim de conseguir sua vaga na sonhada universidade em Portugal.

VISTO PARA ESTUDAR EM PORTUGAL

Se você tem certeza que deseja estudar em uma universidade ou faculdade de Portugal, e não tem cidadania portuguesa ou de outro país da União Europeia, é necessário possuir um visto de estudante para Portugal.

O processo não é difícil, então não se preocupe. Um dos pontos principais da magia de Portugal é que o país tem o intuito de atrair mentes brilhantes de outros países, que estão a procura de novos desafios acadêmicos. Por isso, o “visto de residência para estudo” para Portugal, é simples e composto apenas por duas fases:

  • Primeira Fase: Aqui, a pessoa interessada precisa juntar toda a documentação necessária para o pedido do visto, fazer o preenchimento dos formulários dispostos no site, assim como fazer as declarações e apresentar as autorizações indicadas. Vale lembrar que tudo é feito de maneira virtual, e desde 2019, não é necessário nem mesmo entrar em contato com consulados;
  • Segunda fase: Na segunda fase, você já está em Portugal, e precisa apenas se deslocar até o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) para regulamentar os dados de sua estada no país.

Quer saber quais os documentos são necessários para requerer o visto de estudante para Portugal? Aqui vai uma lista:

  • Carta de aceite emitida pela instituição de ensino portuguesa ou matrícula;
  • Declaração assinada pelo próprio estudante informando os seus objetivos;
  • Comprovante de meios de subsistência, como Declaração do Imposto de Renda, comprovante de bolsa de estudo ou termo de responsabilidade financeiro assinado por um familiar;
  • Seguro médico internacional de viagem ou PB4;
  • Comprovante de alojamento, como declaração de alojamento na universidade, contrato de aluguel ou carta-convite;
  • Atestado de antecedentes criminais;
  • Autorização para consulta do registo criminal português pelo Serviço de
  • Estrangeiros e Fronteiras;
  • 02 fotos 3×4 recentes e coloridas;
  • Cópia do passaporte válido com prazo não inferior a um ano e três meses;
  • Declaração de ciência que não deve viajar para Portugal sem visto;
  • Cópia do documento de identidade;
  • Cópia do pagamento da matrícula e das propinas (mensalidades), quando aplicável;
  • Formulário do pedido de visto devidamente preenchido.

E agora, a pergunta que não quer calar:

VALE A PENA FAZER INTERCÂMBIO EM PORTUGAL?

Sinceramente, como grandes apaixonados por Portugal, nós aqui da redação podemos ser suspeitos para falar a respeito disso. Entretanto, podemos sim afirmar com total certeza que vale muito a pena fazer intercâmbio em Portugal.

Você sabia que hoje, mesmo o mundo tendo decaído em questões de segurança (cerca de 0,34% na média mundial), Portugal se tornou o terceiro país mais seguro em todo o planeta, atrás apenas da Nova Zelândia e da Islândia.

Se você pensa em fazer um intercâmbio, ou mesmo se deseja que seus filhos estudem no exterior, certamente Portugal deveria estar no topo de sua mente!

Outros pontos que são extremamente interessantes a respeito de um intercâmbio para Portugal são:

  1. A capacidade de ter uma vivência no exterior falando a sua língua nativa, e portanto, estando muito mais confortável (principalmente interessantes para aqueles que têm dificuldades com outras línguas);
  2. Fazer conexões com pessoas da Europa, assim como ligações profissionais com multinacionais sediadas na União Europeia;
  3. Ter um custo de vida mais baixo, principalmente se comparado a outros países europeus. E, uma qualidade de vida bem superior ao Brasil, por um custo bem menor também.

QUANTO CUSTA ESTUDAR EM PORTUGAL?

Se você está desejando estudar em Portugal, mas antes de tomar tal decisão, deseja saber mais a respeito dos custos dessa mudança, saiba que essa não é uma questão necessariamente específica.

Os custos de vida e moradia variam muito, quer seja em relação à localidade que você vai escolher, ou mesmo o estilo de vida que deseja levar. O mesmo vale para a alimentação, e se você estará recebendo dinheiro do Brasil e convertendo para euros, ou mesmo se estará trabalhando em Portugal ou para uma empresa europeia.

De uma maneira ou de outra, esse tópico merece um texto próprio, a fim de explicar detalhadamente o que está em jogo quando o assunto é estudar em Portugal.

Mas, para melhor te ambientar em questão de valores, vamos te dar detalhes acerca dos valores para cada universidade (primeiro o valor para estudantes portugueses, e em segundo lugar o valor para estudantes estrangeiros):

  1. Curso de Licenciatura na Universidade do Porto: 697 euros para portugueses – 3.500 euros para estudantes internacionais;
  2. Curso de Licenciatura na Universidade de Lisboa: 871 euros para portugueses – 7 mil euros para estudantes internacionais;
  3. Curso de Licenciatura na Universidade do Minho: 697 euros para portugueses – 6500 euros para estudantes internacionais;
  4. Curso de Licenciatura na Universidade de Coimbra: 871 euros para portugueses – 7 mil euros para estudantes internacionais.

Como deu para notar, os valores são bem destoantes entre estudantes portugueses e estudantes estrangeiros. Por isso, muitas vezes, valerá mais a pena reconhecer a cidadania portuguesa antes de emigrar para Portugal em busca de melhores oportunidades de estudo.

É possível estudar de graça!

Existem diversos programas e bolsas de estudo que lhe possibilitam estudar de graça em Portugal. Se você deseja fazer isso, é importante estar sempre de olho aos editais que são liberados pelas instituições.

As bolsas cobrem a anuidade da instituição, assim como algumas despesas no país, como passagens e etc. Mas, vale lembrar que essas bolsas não são concedidas a torto e à direito, então é importante estudar bastante a respeito dos processos seletivos e dos detalhes que são exigidos por cada universidade.

QUAL O CUSTO DE VIDA EM PORTUGAL?

rua em lisboa portugal
Photo by Vita Marija Murenaite on Unsplash

Como falamos mais acima, quando se fala em custo de vida, o valor pode variar muito de pessoa para pessoa. Por isso, fizemos uma pesquisa aqui em nossa central, e resolvemos compartilhar com vocês um de nossos sites favoritos para a comparação de custo de vida: o Expatistan.

Nele, você é capaz de comparar o custo de vida de sua cidade para a cidade onde pretende se mudar para. Nesse site, você será capaz de ver uma comparação de valores bem detalhados, desde o custo atualizado do valor de uma caixa de leite, até uma passagem de trem e assim por diante.

Dê uma olhada nesse site e compare não somente o custo de vida, como a qualidade de vida que tanto comentamos aqui (:

CIDADANIA PORTUGUESA COMO FACILITADORA DO PROCESSO

Tem interesse de estudar em Portugal? Pois saiba que, com a cidadania portuguesa, não somente as portas de todas as universidades portuguesas se abrirão para você, como a de todas as instituições de ensino da Europa.

Isso mesmo: com a cidadania portuguesa reconhecida, você será um cidadão europeu, e poderá gozar de todos os privilégios da União Europeia. Dentre esses benefícios, a capacidade de viajar livremente pelo território europeu, estudar em qualquer uma das escolas ou universidades, assim como viver e trabalhar em qualquer um dos países.

Hoje, com a maior acessibilidade e maior capacidade de brasileiros conseguirem a cidadania portuguesa, muitos de nossos cidadãos estão reconhecendo a ancestralidade portuguesa, e buscando a qualidade de vida tão prometida do outro lado do oceano.

QUER RECONHECER SUA CIDADANIA PORTUGUESA? FALE CONOSCO!

Se você, ao ler esse texto, percebeu que o futuro em Portugal ou mesmo noutros países da União Europeia, é sim mais brilhante, conversa conosco! Conta um pouco mais da história de sua família e juntos poderemos estudar sua árvore genealógica, a fim de procurar saber se é possível conquistar a cidadania portuguesa para você e para sua família!

Aguardamos seu contato desde já, ok?

Um grande abraço e até mais.