Dedicação e foco em conter a doença. Esses são os preceitos que os governantes italianos têm seguido. Cada vez mais, a Itália vem endurecendo mais as punições para quem viola a quarentena. Dessa vez, a dor será maior no bolso dos italianos que saírem de casa, e pode dar até mesmo cadeia.

Isso mesmo, agora ao fim de Março, o governo italiano aprovou um decreto que torna as punições para aqueles que violam as regras de confinamento, ainda mais rígidas. Uma das medidas que estão presentes no decreto é a previsão de prisão de um a 5 anos para as pessoas infectadas que não se colocam em quarentena obrigatória.

Antes, como falamos aqui no blog, a previsão era de apenas 3 meses. Percebe-se, portanto, como o governo está realmente escalando suas medidas e deveras preocupado com o alastrar dessa doença.

O CUIDADO E A EMPATIA COM QUEM NOS CERCA

O crime que foi criado pelo governo é “Contra a Saúde Pública” e “Contribuição à Propagação da Epidemia”. O decreto vem associado a multas de 400 euros (cerca de R$ 2,2 mil) a 3.000 euros, que somariam a bagatela de R$ 16,4 mil. Portanto, quem quebra a quarentena, pode não somente ser preso, como ter de arcar com uma grande multa financeira.

Hoje, na Itália, existem dezenas de milhares de pessoas infectadas pelo coronavírus, e para frear e tornar essa curva de infecção mais branda, é indispensável que os italianos se mantenham em casa.

Em algumas regiões específicas do país, a fim de conter ainda mais os seus cidadãos, algumas portarias adicionais podem ser emitidas. O decreto presidencial deve ficar em vigor por um curto período de tempo, mas pode ser expandido.

E ONDE O BRASIL SE ENCAIXA NESSE CENÁRIO?

Assim como diversos outros países, o Brasil ainda se vê com políticas confusas. Balançando a economia e o desejo de frear a doença, o governo federal acaba por optar pelo comércio, diferente de grande parte dos governadores regionais, que emitem decretos para o fechamento de tudo.

Esse “disse me disse”, e essa falta de conversa entre os poderes, pode gerar diversos problemas e diversas crises para o nosso povo. Devemos esperar agora um retorno e uma posição mais clara nos próximos dias, determinando como o Brasil se encaixa perante essa pandemia.

VAMOS AGORA JUNTOS, ENQUANTO SOCIEDADE, LUTAR CONTRA O VÍRUS

Como sempre temos concluído os textos aqui da Cidadania4u, devemos lembrar que parte dessa batalha é de nossa responsabilidade. Sem que tomemos cuidados em nosso dia a dia, seremos vetores e parte do problema desta pandemia. Portanto, não esqueça de tomar sempre todos os cuidados que são recomendados pelas organizações de saúde mundiais.

Aqui nesse site você pode ver algumas das principais dicas e recomendações que devem ser seguidas nesse momento de crise. Aqui na Cidadania4u desejamos que você se mantenha saudável. Em breve, devemos conversar novamente e com sorte, com mais esperança e boas notícias.

Nos vemos logo logo! Qualquer serviço que tenha em pendência conosco, ou que deseje saber mais, lembre de entrar em contato conosco pelo nosso e-mail: contato@cidadania4u.com.br

Até mais!